Reflexão

“Nunca tivemos tantas opções para decidir nosso destino.
Nenhuma escolha será boa, porém, se não soubermos quem somos” (Peter Drucker)


Pesquisar neste blog

Carregando...

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Redes Sociais: como utilizá-las de forma positiva

Você já parou para pensar quanto tempo fica nas chamadas REDES SOCIAIS?
Há algum tempo, o Facebook, Orkut, e outras redes eram usadas somente quando você tinha acesso ao computador, então, o controle era mais fácil, uma vez que na rua, no banco, quando ia às festas não tinha como saber o que estava acontecendo no mundo virtual.
Porém, com a chegada dos smartphones e a facilidade do acesso à internet, o uso dessas redes ficou muito mais frequente. Onde está faz-se um check-in, conversa-se com colegas sobre algo que está vendo, tira-se uma foto da turma e já compartilha em sua página.
Se você somar, todo esse tempo em que dá uma espiadinha nas últimas atualizações, conversa com um colega, faz check-in, expõe como está se sentindo e visita a página dos amigos para saber como eles estão, quanto tempo você fica conectado? Uma hora, duas, ou talvez até quatro.
O ícone apontando que uma mensagem chegou ou que alguém está conversando com você no chat é uma ótima armadilha para tirar o seu foco de tarefas importantes e se voltar para a rede social. E logo se vão 15, 30, 45 minutos perdidos que, provavelmente, pouco lhe acrescentou.
Responda as perguntas abaixo com sinceridade:
·         O que você ganhou em seu último acesso à rede?
·         De todos os seus amigos, com quantos você realmente mantém contato?
·         Quem ali realmente lhe interessa saber o que está fazendo, onde está ou como está se sentindo?
·         O quanto você está se expondo através de suas fotos e comentários tão particulares, que você contaria a poucos amigos, para pessoas que não têm significado para você?
·         Qual é o seu grande objetivo com a rede social?
·         Qual seu grande objetivo de vida?
·         Ficar nas redes sociais, te aproxima ou te afasta de seus objetivos?
Eu tenho certeza que toda essa facilidade e o acesso às redes sociais lhe proporcionam muitos momentos agradáveis, como ter notícias de amigos que não tem a oportunidade de encontrar sempre, de mandar um recado e ter uma resposta rápida, resolvendo algum problema, de receber o carinho de pessoas especiais através dos comentários.
Então, o que fazer para utilizar essas preciosas, porém perigosas, ferramentas de uma forma mais adequada?
Seguem abaixo algumas dicas para que você drible esses “ladrões de tempo” e passe a ter melhor uso das redes sociais e da sua vida:
Observe o seu uso: em um dia comum, anote todos os momento que se conectou à alguma rede e questione: O que ganhei agora com esse acesso? O que eu poderia ter feito nesse tempo que me agregaria mais valor pessoal e/ou profissional? Provavelmente você vai perceber – e talvez até se assustar - que fica muito mais tempo do que imaginava.
Defina seus objetivos com as redes sociais: levante quais são os benefícios que estar naquela rede social pode lhe trazer. Determine quanto tempo do seu dia você pode e quer se dedicar a estas ações. Levante qual seria o melhor horário, para que não lhe atrapalhe em outras atividades.

Defina seus objetivos pessoais e/ou profissionais: levante quais as perdas/consequencias que estar na rede social pode lhe trazer. Com o tempo estimado de acesso, você poderá pensar em ações mais estratégicas que te aproximem de seus objetivos de vida. Ao invés de ficar 2 horas online por dia, que tal agendar com um colega para tomar um café, ler um livro, assistir um filme ou passar esse tempo com a família?

Monitore o seu uso: esteja consciente dos seus acessos. Todas as vezes que você decidir entrar acessar alguma rede social, defina um objetivo específico com ação e tempo determinado.

Busque alternativas: várias pessoas acabam caindo na armadilha de verificar a linha do tempo quando não têm nada para fazer – durante um intervalo entre uma tarefa e outra, por exemplo – mas a curiosidade toma conta e a pessoa se perde no tempo. Você tem a sensação de ter ficado 3 minutos, mas olha no relógio e está atrasado para voltar do seu almoço, lá se foram seus 20 minutos de descanso. Aproveite este tempo para ouvir uma música, bater um papo com o colega que está ao seu lado, ler um livro, jornal, algo que você veja que tenha valor para você.

Avalie os benefícios: observe a sua produtividade, o seu aproveitamento do tempo e o controle que pode ter da sua vida com o uso sensato das redes sociais. Não deixei que uma ferramenta lhe atrapalhe ou desvie de seus objetivos reais. Seja você o administrador de sua vida.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Você conhece as suas forças?



Lembre-se: você sempre pode escolher a postura que quer adotar diante de cada situação da vida!
Conheça-se melhor, potencialize suas forças, torne-se mais confiante e siga com determinação e persistência rumo à vitória.